Encontre Aqui A Postagem Desejada:

Carregando...

Curta Nossa Página No Facebook e Fique Sempre Bem Informado !

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Conta de água vai ficar 3,51% mais cara em Pernambuco


As contas de água dos pernambucanos vão ficar mais caras pela segunda vez neste ano a partir do dia 20 de junho. Na manhã desta quinta-feira (21), a Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe) anunciou uma revisão tarifária extraordinária resultado do pedido da Compesa mediante os aumentos das contas de energia elétrica e das bandeiras tarifárias instituídas pela Aneel.
A companhia pediu 6,76%, mas a Arpe aprovou um aumento de 3,51%, que vale para todo o estado. Segundo Hélio Lopes, diretor de Regulação Econômico- Financeira da Arpe, neste aumento será compensada a bandeira tarifária já cobrada nas contas de energia de janeiro a julho deste ano. "O impacto nas contas da Compesa com os reajustes e a bandeira tarifária foi muito grande", disse.
Professores estaduais devem deflagrar nova greve no dia 29


Os professores da rede estadual de Pernambuco devem voltar a entrar em greve no dia 29 de maio. A deflagração do movimento será votada em assembleia geral que a categoria vai realizar às 14h, em frente à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Os professores rejeitaram a proposta do governo estadual de 7,01% de aumento para professores e de 6,12% para analistas e o quadro administrativo, até o final do ano.
A classe pede o cumprimento da Lei do Piso Salarial (11.738/2008), que prevê o reajuste de 13,01% a todos os professores da rede e não apenas aos profissionais com nível médio (antigo magistério). Os trabalhadores, que realizaram uma greve de 24 dias, entre 10 de abril e 5 de maio, deram uma trégua na paralisação para iniciar as negociações. Desde então foram realizadas duas reuniões com representantes do governo para tratar da questão salarial.
Durante revista na Penitenciária de Limoeiro, 142 celulares foram encontrados

 
A revista foi realizada na tarde desta terça-feira (19).
(Foto: Divulgação/SERES)

Os agentes penitenciários da Penitenciária Dr. Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, realizaram uma revista nos pavilhões na tarde desta terça-feira (19) e apreenderam 142 celulares, além de carregadores. Na ação também foram encontrados aproximadamente 400 gramas de maconha prensada. A repressão a ilícitos intramuros é realizada de forma rotineira pelos agentes penitenciários em atendimento às designações da Secretaria Executiva de Ressocialização (SERES). A droga apreendida foi entregue na delegacia de Limoeiro, já os aparelhos celulares e acessórios foram encaminhados para secretaria.

Um servidor, que pediu para não ser identificado, revelou à nossa reportagem que os detectores de metais em alguns momentos falham. Além disso, em Pernambuco, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos editou, em dezembro de 2014, a portaria 258/2014, que proíbe a realização da revista vexatória e prevê que o agente público que a descumprir deverá responder a processo administrativo disciplinar. Diante das situações, o bloqueio de aparelhos celulares, drogas e outros objetos ficou mais frágil.
Aeronáutica abre inscrições de concurso com 180 vagas para cadetes

 
As chances são para rapazes com idade entre 14 e 19 anos.

Começaram nesta terça-feira (19/5) as inscrições do concurso com 180 vagas para cadetes do ar, abertas pelo Departamento de Ensino da Aeronáutica. As chances, porém, são apenas para homens, que tenham entre 14 e 19 anos de idade (até o último dia do ano da matrícula no curso), e com nível fundamental de formação escolar. As inscrições podem ser feitas até 11 de junho, pelo site das Forças Aérea Brasileira (FAB): http://www.fab.mil.br/. A taxa custa R$ 60.

As provas escritas serão aplicadas no dia 2 de agosto e vão abordar as disciplinas de português, matemática e inglês, além de redação. Os exames serão aplicados em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Barbacena/MG, Belém, Recife, Natal, Curitiba, Porto Alegre, Manaus, Boa Vista, Porto Velho e Pirassununga/SP. Haverá também testes físicos, psicológicos e de saúde.

O curso de formação vai começar em 2016 e será ministrado por três anos na cidade de Barbacena, em Minas Gerais. A disciplinas são correspondentes ao ensino médio escolar. O Aluno do CPCAR é militar da ativa com precedência hierárquica prevista no Estatuto dos Militares.

Segundo o edital de abertura, os alunos que concluírem o curso e passarem na inspeção de saúde, teste de avaliação do condicionamento físico e teste de aptidão para a pilotagem militar, poderão concorrer ao número de vagas previsto à matrícula no primeiro ano do Curso de Formação de Oficiais Aviadores da Academia da Força Aérea.
Vaticano nomeia novo bispo para Diocese de Garanhuns, no Agreste



Novo bispo tem 46 anos e é doutor em teologia 
Novo bispo tem 46 anos e é doutor em teologia. 
(Foto: Divulgação/Diocese de Garanhuns)

O papa Francisco nomeou nessa quarta-feira (20) o padre Paulo Jackson Nóbrega de Souza como o novo bispo da diocese de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Ele, que atualmente é pároco da Paróquia Bom Jesus do Horto, em Belo Horizonte, substituirá Dom Fernando Guimarães, que deixou a diocese no ano passado.

O novo bispo é natural da cidade de São José das Espinharas, na Paraíba, e tem 46 anos. A solenidade de Sagração Episcopal deverá ocorrer no largo Dom Gerardo, ao lado da Catedral Nossa Senhora da Guia, em Patos, Minas Gerais, no dia 18 de julho. A posse não tem data definida.

HISTÓRICO - O padre Paulo Jackson foi ordenado presbítero em 17 de novembro de 1993.  Ele é doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (2007-2010), foi Secretário Nacional da Organização dos Seminários e Institutos Filosófico-Teológicos do Brasil (2004-2007), Vigário Paroquial da Paróquia São Geraldo, em Belo Horizonte (2011-2013). 

Atualmente reside em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde é professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Pároco da Paróquia de Senhor Bom Jesus do Horto e Formador dos Seminarista de Patos que estudam na capital mineira.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Mudanças nas regras do Enem causam polêmica entre alunos

20150520134412749936e
As mudanças nas regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), anunciadas na segunda-feira pelo Ministério da Educação (MEC), não demoraram a repercutir nos cursos preparatórios, especialmente a norma segundo a qual fica vedado trocar o 3º ano do ensino médio por cursinhos na expectativa de queimar etapas e entrar mais cedo nas universidades. O edital do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) do MEC deixa claro que “o participante menor de 18 anos no primeiro dia de realização do exame e que concluirá o ensino médio após 2015 não poderá utilizar os seus resultados individuais no Enem”.
Os maiores prejuízos serão para os alunos que já contavam com as regras anteriores para chegar precocemente ao ensino superior. “O que vai ser dos colegas que abandonaram os estudos no 3º ano para conseguir a certificação pelo Enem? Só na minha antiga turma do colégio, sei de três que fizeram isso”, afirma Luiza Cassino, de 20 anos, estudante do pré-vestibular Determinante, na Savassi. Mas há também quem critique os que querem pular etapas. “Não acho certo. Já vi alunos até com 16 anos estudando em cursinhos. Por falta de maturidade, eles querem que as aulas preparatórias sejam iguais às do colégio, em que os professores cobram notas e provas. Acaba atrapalhando quem está levando a sério o pré-Enem”, critica Camila Azalim, de 19, que há dois anos vem tentando a aprovação. “Não quis pular etapas. Iria perder o diploma de 3º ano, concluído em um colégio com nome bom”, completa a colega das duas, Isabela Lobo, de 19.
De acordo com a nova regra, estudantes menores de 18 anos que não concluirão o ensino médio em 2015 só podem usar os resultados do Enem para “fins de autoavaliação de conhecimentos. A mudança ocorre porque, nos últimos anos, adolescentes têm conseguido na Justiça o direito de usar o Enem como vestibular antes de terminar o 3º ano, o que é contestado por instituições de ensino. Entre alunos provenientes de escolas particulares de Belo Horizonte, era comum ocorrer uma debandada para intercâmbios no exterior, no 2º ano do ensino médio. Quando esses estudantes retornavam, no período correspondente ao segundo semestre do 3º ano, algumas famílias usavam o artifício de matriculá-los no pré-Enem, como forma de ganhar tempo.
Para estabelecer o novo parâmetro, o edital do MEC toma por base a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996. A certificação de ensino médio, diz a legislação, é restrita a maiores de idade e o ingresso no ensino superior está reservado a quem já terminou a educação básica. “No 3º ano regular, os colégios já preparam os alunos para o vestibular. A diferença é que vou sair com diploma da minha escola”, observa Luiza Carvalho, de 17. Com esse objetivo, ela está conciliando as aulas do cursinho com as da escola. Para dar conta dos dois, entretanto, deixou a instituição de ensino mais “puxada” já no 1º ano, optando por cursar os dois últimos anos em um colégio de menor nível de cobrança, com a concordância dos pais.
Embora já seja norma, a necessidade de concluir o 3º ano das escolas regulares divide opiniões de especialistas em educação. Para o diretor do Determinante, Rafael Ribeiro, pular o último ano do ensino médio nem sempre é sinônimo de perda de qualidade: “Depende muito do perfil do aluno. Se ele souber estudar por si só, a nota que ele tirou no Enem servirá como prova de que ele domina o conteúdo exigido”, defende. Já o diretor pedagógico do curso Unimaster, Irisval Neto, pós-graduado em Enem, há o risco de se buscar apenas atualização de conteúdo nos cursinhos, deixando de lado a formação de valores. “O pré-Enem é conteudista, próprio para alunos que já chegam com maior maturidade. Os colégios se preocupam também com a socialização do aluno, que está no auge da adolescência”, compara o professor, que atua em um grupo que oferece os dois tipos de formação. (Com agências)
O que muda em 2015
Exigência do diploma
Nos últimos anos, adolescentes têm conseguido na Justiça o direito de usar o Enem como vestibular antes de terminar o 3º ano, o que é contestado por instituições de ensino. O edital proíbe menores de idade de usar a nota do teste para certificação de conclusão do ensino médio. O Inep informou que poderá convidar esses treineiros a fazer o Enem digital.
Fechamento dos portões
Para evitar vazamentos, a prova só começará às 13h30, meia hora depois do fechamento dos portões. Isso significa que os dois horários não mais coincidirão. Haverá de 30 minutos para os estudantes se organizarem nas salas.
Inscrições
As inscrições vão de 25 de maio a 5 de junho. São 205 mil vagas em mais de 150 instituições públicas de ensino superior.
Valor da taxa
A taxa subiu de R$ 35 para R$ 63. São isentos os concluintes do ensino médio em 2015 matriculados em escolas públicas e os que declararem carência.
Cartões de confirmação
A partir deste ano, o MEC não enviará para a casa dos candidatos os cartões de confirmação de inscrição. Para acessar informações como local de prova, bastará entrar no site do Enem.
Data das provas
24/10 (ciências humanas e ciências da natureza) e 25/10 (linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática).
Isenção da taxa
Outra mudança é que o estudante que faltar sem apresentar justificativa não terá isenção da taxa de inscrição no ano seguinte.

Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável por organizar a prova

Preso homem suspeito de extorquir padre do município de Pesqueira, no Agreste


O homem suspeito de extorquir um padre de Pesqueira, no Agreste do Estado, foi preso no início da manhã desta quinta-feira (21). Segundo o delegado Cláudio Castro, titular do Grupo de Operações Especiais (GOE), José Douglas Oliveira de Souza, de 26 anos, que trabalhava como vendedor de sorvete, foi capturado, no município, por volta das 5h30, na casa de um amigo. O jovem não resistiu à prisão e confessou o crime, ainda segundo o delegado.

José Douglas, que teve um relacionamento extraconjugal com o religioso, pediu a quantia de R$ 30 mil para que as fotos íntimas do padre não fossem divulgadas em redes sociais. Algumas imagens, porém, foram colocadas em circulação, o que motivou o afastamento da vítima de suas funções. As primeiras mensagens extorquindo o religioso haviam sido enviadas no dia 25 de abril.
O mandado de prisão foi expedido na última quarta-feira (20). Com a conclusão do inquérito policial, ele será indiciado pelo crime de extorsão. O jovem, que foi apresentado na sede do GOE, foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. No local, ele ficará à disposição da Justiça.